Falta de pacientes em consultas e exames gera preocupação

Escrito em 10/10/2019
Imprensa

Cerca de setecentas faltas já foram identificadas pelo Ambulatório Médico de Especialidades (AME) de Itapeva neste ano. Isso indica que a cada mil pacientes, duzentos e cinquenta faltam, uma média de 25%. De acordo com um levantamento feito pela Secretaria de Saúde de Apiaí, só em julho foram identificados 107 faltantes e em agosto 106, totalizando mais de duzentas faltas em dois meses. Atitudes como essa vem gerando preocupação, uma vez que prejudica os pacientes que estão na fila de espera.

Em junho de 2017, com o início das atividades da central de regulação de vagas do município, Apiaí passou a contar com um serviço cuja a finalidade é qualificar a demanda de pacientes, de modo a garantir que todos em estado de emergência/urgência tenham atendimento prioritário. No entanto, o levantamento realizado pelo AME em conjunto com a secretaria identificou um número representativo quanto às faltas dos pacientes com consultas e procedimentos agendados.

Essas faltas são contabilizadas mensalmente pelo AME e encaminhadas ao município, até setembro foram identificadas 693 faltas entre consultas e exames. Dessa forma, o prejuízo não passa a ser apenas do paciente que deverá remarcar o procedimento, e sim de toda população, uma vez que o número de vagas é limitado para cada município e a falta tira a oportunidade do outro paciente. Além disso, o paciente que não comparece no dia agendado e não justifica o motivo da falta, volta para o final da fila e acaba sendo ainda mais prejudicado já que levará mais tempo para passar por atendimento.

Isso também foi constatado no último mutirão de mamografia, onde foram disponibilizados setecentos exames, dos quais 190 pacientes faltaram e as vagas foram preenchidas pelas pacientes da fila de espera.

Em caso de desistência é recomendado que o paciente entre em contato com o central de regulação para desmarcar a consulta com pelo menos três dias úteis antes da data marcada. Assim, será possível que a equipe entre em contato com outros pacientes que estão na fila para atendimento.

Malu Martins – Assessoria de Imprensa

Relatório Setembro AME Itapeva